terça-feira, 24 de abril de 2007

Logotipos seleccionados

Um júri constituído pelo Presidente da Assemblei Geral, Presidente do Conselho Fiscal e Tesoureiro da Direcção da nossa Casa do Povo, seleccionou os três trabalhos a serem enviados às autoridades superiores, dos quais sairá o logotipo desta instituição.
Recordamos que concorreram 16 trabalhos, que já foram colocados neste espaço. Após a selecção do vencedor voltaremos a divulgar os trabalhos de todos os concorrentes, com a denominação dos seus autores.
A opinião de quantos visitam este Blog poderá ser importante, por isso colabore deixando o seu comentário.

Aqui ficam as 3 propostas escolhidas e as respectivas memórias descritivas.

1º Trabalho
Na construção da imagem desta entidade, tive como base de apoio a torre da Igreja paroquial, uma vez que é uma das referências físicas mais imponente da freguesia de S. Roque do Faial, devido a se situar no cimo da montanha. Esta forma gráfica representa a poderosa montanha que a freguesia tem como morada e o manto verde da floresta laurissilva, que à envolve, mas ao mesmo tempo representa a haste de um instrumento musical de cordas, que é o espelho das vivências artísticas e culturais desta Casa. Após a finalização da imagem, coloquei na parte inferior lettring, com o nome próprio da entidade representada no logótipo, que faz ligação com a forma gráfica anterior, substituindo a letra c da palavra casa.


2º Trabalho
A ideia foi usar a igreja (torre) como identificação da freguesia, pois aquela é, a meu ver, o maior símbolo identificativo de São Roque do Faial, para além da imagem do próprio padroeiro São Roque. Uma vez que na bandeira e na heráldica da Freguesia a imagem de São Roque é o tema central, optei por usar aqui a igreja.
Para haver ligação entre as instituições da freguesia, usei como fundo a imagem do Cedro que figura na bandeira da freguesia. Pretende-se assim dignificar a história desta terra e recordar a grande mancha de laurissilva que existe na parte alta da freguesia. (daí a cor verde). O facto do Cedro estar como fundo da torre da igreja também tem por objectivo representar as montanhas que circundam a freguesia e o facto de grande parte da mesma se ter desenvolvido no cimo de uma colina.
Com a introdução da pauta e clave pretendo representar a actividade musical que a Casa do Povo desenvolve através dos seus 5 grupos culturais.
O livro serve para vincar toda a actividade cultural que a instituição leva a efeito.
Por último, os traços a azul que foram colocados como suporte representam as duas ribeiras que ladeiam a freguesia e que muito a caracteriza.


3º Trabalho
O logotipo abaixo apresentado, pretende dar resposta ao desafio lançado pela
Casa do Povo de São Roque do Faial.
Após uma breve investigação e entendimento do conceito de “casa do povo”, e visualização do respectivo site, cheguei à conclusão de que o logotipo deveria remeter para o conceito musical, ou seja, de forma a mostrar no fundo os grupos culturais que a Casa do Povo de São Roque do Faial tem e que pretende divulgar a toda a população.
O grafismo remete para uma personagem e simultaneamente para um instrumento musical, e a forma que apresenta, semelhante a uma pincelada, pretende atribuir ao conjunto um certo dinamismo, característico dos grupos musicais.
A cor escolhida, o verde, remete para a ideia de natureza, e está simultaneamente relacionado com conceito de equilíbrio, vigor, etc.

4 comentários:

JSilvio disse...

Simpatizei mais com o ultimo :)

Mas tentava mudar as letras...nao sei para fazer o quê...mas por algo diferente :)

Anónimo disse...

nota 19 pr o primeiro!
é mt original e inovador, pois retarta e mt bem a casa do povo de são roque do faial (:
pwainha=)*

Isilda de Freitas disse...

Pois eu gosto mais do número 2. Embora não seja tão simples de reproduzir como os outros inclui os pontos de referência mais significativos da freguesia. Que me desculpem os autores dos números 1 e 3 mas estes parecem-me trabalhos muito "profissionais" para a nossa freguesia. O número 2 retrata, no meu entender, uma Casa do Povo jovem mas que não esquece as suas raízes.

Anónimo disse...

..não concordo com a ideia anteriormente referida "trabalhos muito profissionais"..acho que o objectivo de quem os realizou é bem notável, dar uma imagem mais actual e mais apelativa à própria Casa do Povo. No meu ver estão muito bem! Mts parabéns